O tamanho de uma dor

Quem pode medir o tamanho da dor do outro? Ouso dizer que ninguém.

Hoje foi um dia dor aqui em casa. Ha 11 anos minha irmã tinha um cachorro. Pileke passou a fazer parte das nossas vidas e aprontou muito. Com ele descobri que cachorros podem ser hiperativos, que essa é uma característica do Fox Paulistinha, que são inteligentes, que têm muita personalidade, que soltam pelo… Aprendi muito mais do que queria sobre cachorros.

Mas também aprendi muito sobre a minha irmã: sua habilidade cuidar de um animal, sua generosidade ao cuidar de qualquer animal em dificuldade ou sofrimento, sua capacidade de abrir mão de qualquer farra para cuidar dos bichos ( e olha que ela gosta muuuuuito de farra). Só posso imaginar o quanto minha irmazinha querida, minha caçula, aprendeu com o Sr. Pileke.

Demos muitas risadas das suas aventuras ao longo destes anos todos.

Mas hoje eu não ri… hoje meu coração ficou apertado ao ouvir o choro da minha irmã do outro lado da linha.

Uma perda é sempre uma perda. E a dor de um irmão, por qualquer motivo que seja é sempre insuportável.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s