O bolo e o livro

FullSizeRender[1]

A semana passada me deu uma vontade danada de comer bolo de carimã. A vontade não veio do nada, veio da saudade da minha mãe e do livro da Zélia Gattai, Um chapéu para viagem.

Venho me deliciando com as páginas deste livro que conta uma parte da história do Brasil que eu desconhecia, e sob uma perspectiva que eu desconhecia também. Vivo há 8 anos no estado de São Paulo, e eis que vem a mais baiana das paulistanas me contar, em conversa ao pé do ouvido, detalhes sobre a vida dos descendentes de italianos no Brasil. Mas não é só isso que me agrada… me agrada seu jeito manso de contar histórias corriqueiras e transparecer o encanto que sente pela vida.

E o que me ganhou definitivamente é como ela, com desconcertante honestidade, mas sem construir estereótipos descreve o seu encontro com os baianos. Morro de ri com as histórias: me reconheço completamente em algumas delas e em outras reconheço umas quantas amigas, tias, e claro, minha mãe. Deus ajude quem tem uma sogra baiana, Deus ajude quem tem uma sogra que nem a Lalu.

Foi ela quem convenceu a Zélia a fazer o bolo de carimã, ou bolo de puba.

“Tu faz assim: pega o aipim, descasca, mete ele dentro de um tacho cheio d’água. Vai trocando a água todos os dias até tu sentir que ele está fedendo e ficando mole. Depois tu espreme bem a massa, bota no sol pra secar, passa na peneira e aí ela vira farinha, que está pronta para fazer o bolo. Muito fácil.”
perguntada se já havia feito isso alguma vez, Lalu responde sem pestanejar:

“Tá! Que pergunta mais besta! Ora se fiz! Lá na fazenda eu fazia sempre, mais de mil vezes…”

Bem, eu não sou uma daquelas baianas prendadas que sabe fazer tudo que é comida de azeite (de dendê) ou de aimpim… então eu diria que a descrição da Lalu sobre como fazer a massa está correta, a não ser pela última parte : Muito fácil! Qual o quê! Nada fácil.

A prova é a pobre da Zélia Gattai, que fez foi um bolo preto horroroso, e teve que sair correndo pra chorar no quarto com a reação do desavisado Jorge Amado ao seu bolo/presente: “Isso nunca foi bolo de puba…o onde você arranjou isso?”

Eu nunca fiz massa de carimã, mas já vi fazerem lá no quintal de casa, desde que eu tinha uns 7 anos. Hoje em dia, nestes tempos modernos, até minha mãe compra a massa de carimã na feira, então não é vergonha alguma que eu, aqui em São Paulo, tenha comprado a minha no supermercado. Se você der sorte encontra na feira, e se não… Ai, tenta fazer a sua massa e depois me conta como saiu!

Receita de bolo de carimã

1 pacote de massa de carimã da Paraíba (é uma marca que também vende a farinha pra tapioca)

2 ovos

1 colher de fermento (se quiser que fique igual ao de baiano, não ponha o fermento)

1 garrafinha de leite de côco

2 colheres de margarina

1 xícara de açúcar ( a receita diz duas, mas prefiro uma só)

opcional: minha mãe sugere colocar uma xícara de leite para o bolo ficar mais molinho, ai ele fica com uma massa bem lisinha, não é fofo; você também pode acrescentar 100 gramas de côco ralado.

Fazer é muito fácil: bate tudo no liquidificador e depois colocar em uma assadeira untada em forno médio até dourar.

Anúncios

2 thoughts on “O bolo e o livro

  1. Minha vó fazia como sua mãe, mais uma xícara de leite…só um detalhe, deixava meia xícara de leite, com uma colher de chá de açúcar, para ir regando o bolo enquanto assa…daí fica um meladinho em cima super gostoso no final! Achei ótimo vc postar a receita, sempre tem alguém me pergunta e tenho que relembrar o bolo de cabeça…beijão!!!

    • Nossa, a maga moderna dos bolos tradicionais aprovando minha receita é o céu! Quero comer seu bolo de aipim!!!! Esse sim, é maravilhoso e também tem o truque do leite de côco com açúcar para ir regando… que dá o toque final! Maravilhoso!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s